terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Dicas para comprar um notebook bom e barato

São tantas opções que fica difícil saber qual comprar.

O que deve ser avaliado?
  •  processador - dependendo do nível de atividade exigido este componente é fundamental.
  • memória - prefira os que vem com no mínimo 4GB.
  •  placa grafica - se você for trabalhar com recursos multimídia e jogos prefira os que vem com placa de vídeo dedicada. 



Os modelos de notebook menores possuem nivel de processamento menor e até a falta de algumas conexões ou acessórios como drive de DVD, porém a duração da bateria é melhor devido ao baixo consumo de energia.

Os modelos maiores usam mais bateria por justamente terem maior capacidade de processamento.    

Item novo
Antes de comprar verifique se já tem review no Youtube de alguém que comprou, se há alguma reclamação e em caso de dúvida envie email para a loja que você deseja comprar.

Os notebooks da Intel são mais vendidos no Brasil.

Processadores
Atom - são bem fraquinhos, é indicado para ipads.

Celeron - É o primeiro nível de processador para computador e notebook, ele é indicado para aquelas pessoas que utilizam apenas para ouvir música, assistir DVD, navegar na internet e trabalhar com o pacote Office (disponível na versão dual core e quad core).



Pentium - Possui um pouco mais de recurso que a versão anterior, contando com a parte dos gráficos mais avançado (disponível na versão dual core e quad core).

Intel Core 2 Duo - São processadores com 2 núcleos, porém foram mais utilizados em versões mais antigas de notebooks (2007-2012). O desempenho é mediano.

Intel Core I3, I5 e I7 - É a linha de processadores Top da Intel. O I3 é o mais simples, seguido pelo mediano I5, e por último, o mais poderoso I7. Nesse caso há diferenças entre as gerações dos processadores, atualmente estamos com o início da 6ª geração no mercado. Isso quer dizer que você deve saber qual a geração do processador vem com seu notebook, pois há uma diferença enorme em processamento e uso de energia.

Você pode economizar, ao invés de comprar um notebook com Intel Core, adquirir um com Pentium Quadcore, e adquirir uma placa de video dedicada se você joga, pode ser mais vantajoso.

Resolução da tela
Prefira notebooks com pelo menos 1280x800 de resolução, se puder adquirir um com 1920x1080 (full HD melhor). Não adianta sua tela ser grande 17, 20 polegadas e a resolução ser baixa.

Peso
Aqui é um problema, pois se você quiser um notebook fininho e que pese pouco você não vai gastar menos de R$2500, senão mais. Os modelos abaixo deste preço possuem processadores mais simples. Além disso, tem os com HD SSD que são muito caros, porém são mais leves, e entregam velocidades acima de um HD normal.


Item usado

Já pensou em comprar um produto usado?

Você pode economizar uma boa grana e por sorte conseguir um bom notebook. Os sites Enjoei e MercadoLivre oferecem aos anunciantes, uma plataforma de vendas online, e para o cliente, o pagamento é feito de maneira segura, o dinheiro é liberado para o vendedor apenas quando mercadoria chegar. No MercadoLivre, sugiro que selecione seu estado, e em seguida, melhores vendedores, assim você terá a certeza da pessoa que está lhe vendendo. Desconfie de produtos muito baratos. Sempre pergunte antes de comprar.

Indico que no mínimo seja um processador da Intel Core 2 Duo 2GB de RAM e 80 GB de HD.

Sugiro que utilize o filtro primeiro pelo processador, em seguida, veja o preço.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Porque deixei de usar o Opensuse

Antes eu usava o Ubuntu mais depois que veio a interface Unity não gostei e troquei pelo Kubuntu por ser baseado no KDE. Depois de uns 3 anos de uso resolvi mudar para outra distribuição que não fosse baseada no Debian.

Escolhi o Opensuse. Achei ruim ter que baixar 4GB. Eu nem ia usar nem metade !

Bom, após a instalação (escolhi o ambiente KDE é lógico). Usei por cerca de um ano. Achei meio chato ter que utilizar a interface do Yast para tudo, ele pareceu ser um pouco fechado com relação ao Kubuntu (deve ser por causa da segurança). Senti falta de alguns atalhos... e algumas costumizações.

Também percebi que o ambiente era bem pesado (a minha máquina é muito boa por sinal viu?! HD SSD, 16GB de RAM, placa mãe e placa gráfica off bem atual) e o KDE não era tão estável quanto parecia. Para não mudar de distribuição tentei mudar de interface. Baixei a nova versão do Opensuse e instalei com o ambiente XFCE. A nova interface do KDE plasma 5 também não gostei (parece desenho). Após uma semana de uso começou a apresentar alguns bugs, talvez porque o ambiente padrão do Opensuse seja o KDE, ou algum problema de reconhecimento com a minha máquina, ou mesmo porque a nova versão ainda tinha alguns erros para serem corrigidos (não sei..), enfim desisti.

Hoje eu uso o Manjaro com XFCE e vou muito bem obrigado.

Último adendo, se você pretende usar Linux, prefira placas gráficas da NVidia em vez da ATI, funcionam muito melhor.



domingo, 24 de janeiro de 2016

Itens Usados na Crise pode ser a Solução

Em tempos difíceis em que o brasileiro tem vivido, juros e inflação nas alturas, desemprego em ascenção, economia de mal a pior, nos vemos obrigados a deixar aquele tão sonhado objeto de compra de lado, pois o salário nunca dá pra pagar as contas.

Mas se você não se importa em aguardar a crise passar, e apostar em itens usados, com certeza você sairá dessa maré bem melhor do que entrou. Aproveite e foque em ser mais econômico.

No trabalho, ao invés de almoçar fora, leve marmita.

Nas compras aprenda a pechinchar, e sempre prefira pagar as suas contas à vista, assim você terá mais argumento na hora de pedir desconto.

Com relação a roupas, calçados e bolsas, vá em brechós ou procure amigas/amigos que tenham interesse de se desfazer destes itens.

Também há vários sites (até grupos em redes sociais) que você pode encontrar itens usados bons e baratos. É logico que todo cuidado é pouco.

Pra quem é universitário e pretende apenas ter um notebook para acessar a internet, escutar uma música e realizar tarefas de edição simples de texto e imagens, vale a pena olhar em sites como OLX, ENJOEI e MERCADOLIVRE para adquirir um produto usado, não vale a pena comprar um laptop novo pois a maioria dos estudantes o utilizarão por um período curto tendo que se desfazer em poucos anos.

Por fim desejo a todos um bom 2016. Fui !





O erro do dpkg Unincorp

Em alguns momentos você poderá se deparar com o erro abaixo de instalação/update na sua Debian based.

# apt-get install -f

Reading package lists... Done
Building dependency tree      
Reading state information... Done
0 upgraded, 0 newly installed, 0 to remove and 1 not upgraded.
4 not fully installed or removed.


After this operation, 0 B of additional disk space will be used.


dpkg: error: syntax error in triggers deferred file `/var/lib/dpkg/triggers/Unincorp' at character `U' midline


E: Sub-process /usr/bin/dpkg returned an error code (2)


Remova o arquivo Unincorp e o problema será solucionado.



Restore Grub de um Live CD

Inicie um live CD, é preferível que seja uma distribuição Debian-based.

Abra o terminal como root, em seguida você deve montar a partição do sistema (que você deseja reparar o boot), para isso você deve saber o nome dela. Use o GParted para lhe auxiliar. No meu caso a partição do meu sistema é a /dev/sda1. Primeiro criei uma pasta chamada nlinux (# mkdir /nlinux), em seguida, montei meu sistema nela

# mount /dev/sda1 /nlinux

Depois disso entro nela me tornando root.

root@kubuntu:/# chroot /nlinux

Após esta etapa, tento listar as partições, e alguns erros ocorrem. Tentei iniciar os dados do disco, mas o sistema que foi carregado é o do Live CD por isso as mensagens.

# fdisk -l

cannot open /proc/partitions ou
message [mntent]: warning: no final newline at the end of /etc/fstab

As partições devem ser montadas
# mount /proc
# mount /sys
# mount /dev

Tente novamente, listando os discos.
# fdisk -l

Posteriormente atualize o sistema
# apt-get update

Caso o boot esteja montada em outra partição você deve montá-la.
#mkdir /boot

#mount /dev/sdboot /boot
(sdboot refere-se a partição que você instalou o boot)

# grub install
# update-grub
# ok

Pode ser que tenha esquecido algum detalhe. Faz um tempo que não uso distribuição baseada no Debian.



Fonte: http://howtoubuntu.org/how-to-repair-restore-reinstall-grub-2-with-a-ubuntu-live-cd